No momento você está vendo A conta do bem-estar social

A conta do bem-estar social

A conta do bem-estar social! Nunca incentivamos nossos filhos a seguir carreira pública, porque sempre nos passou que entrando em concurso público estaríamos relegando nossos filhos à acomodação. Emprego garantido até morrer, sem correr risco de demissão, sendo competente ou não. Carreira promissora que os levaria a uma aposentadoria “privilegiada integral” extensiva a eles e familiares. Estariam eternamente nos braços do “pai Estado”, sem correr riscos.

Portanto, não é novidade saber que hoje o Brasil gasta 25,7% do PIB com o “Bem-estar social”, mais do que países desenvolvidos, e dá em troca serviços de quinto mundo. Tudo isso porque os gastos com a “Previdência Pública” sugam tudo, ultrapassando qualquer lógica e direitos de igualdade a todos os brasileiros. Enquanto isso, nossos congressistas, de olho apenas em suas campanhas eleitorais, deixam o país continuar ladeira abaixo em bem-estar social. Principalmente um SUS, que com o tamanho da verba, daria para que todos tivessem um serviço médico de excelência, sem precisarmos enriquecer os atuais planos de saúde. Mas como está a proposta da atual “Reforma da Previdência”? Quem continuará pagando pelas mordomias públicas será o coitadinho da “Previdência Privada”. Até quando?

Beatriz Campos, escritora