19 3491-3000 contato@jcrnet.com.br Rua Bento Dias, 275, Centro, Capivari
Júnior Bozzella busca solução para crise na Saúde

Júnior Bozzella busca solução para crise na Saúde

Deputado federal comenta primeiros movimentos na Câmara dos Deputados, como a criação da Frente Parlamentar Mista dos Portos brasileiros e a interlocução com ministros

 

Júnior Bozzella (PSL-SP) é um dos novos nomes da Câmara Federal. Membro do partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, ele integra a segunda maior bancada da Casa, com 52 representantes, somente atrás do PT, com 56.

O início do ano tem sido bastante movimentado para o Deputado, que já assegurou que segurança, infraestrutura e saúde são prioridades em seu mandato.

Ele garante ainda ter buscado a interlocução direta com ministros para destravar algumas situações. Entre elas, uma alternativa para os recentes cortes nos convênios das cidades da região com a Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo. Entre eles, o custeio do Hospital dos Estivadores e da UPA da Zona Noroeste, ambos em Santos.

“Pudemos expor a gravidade da situação e pedir auxílio urgente para que seja revisto o aporto do Governo Federal destinado ao Complexo Hospitalar dos Estivadores, que passaria de R$ 500 mil mensais para R$ 1,5 milhão. Também aproveitamos a ocasião para pleitear o custeio de parte do funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Noroeste, que será inaugurada no próximo dia 18. O ministro (Luiz Henrique Mandetta, da Saúde) compreendeu a importância dos equipamentos e se demonstrou bastante sensibilizado com nosso apelo”, adianta Júnior Bozzella.

O parlamentar também comentou que participou da criação da Frente Parlamentar Mista dos Portos brasileiros e da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tratará do caso Brumadinho e da BNDES. Ele também citou um encontro com especialistas, trabalhadores portuários, representantes de diversos sindicatos e lideranças políticas do setor para discutir um novo modelo de gestão para o Porto de Santos.

Sobre a segurança, Bozzella fez questão de enaltecer a preocupação com aquela que foi uma de suas principais bandeiras durante a campanha eleitoral.

“Já estamos trabalhando para levantar números atualizados sobre os índices de violência em todo o país, e estudando o que foi feito em outros países ao redor do mundo para trazer para a realidade brasileira projetos que tornem a legislação mais rígida, para proteger o cidadão, e não o bandido, como parece que ocorre hoje. Paralelamente, temos alguns projetos a serem apresentados nas próximas semanas, como a castração química para pedófilos e estupradores e o fim dos chamados ‘saidões’ de presos”, detalhou.

Referente as demais cidades da Baixada e do interior, o Deputado explicou que as plenárias já tiveram início nos munícipios, com o recebimento de uma série de demandas das prefeituras. De acordo com o parlamentar, estão entre as prioridades as questões da infraestrutura e saúde pública.

No caso da Baixada, a Rede de Urgência e Emergência (RUE) foi pactuada no Departamento Regional de Saúde (DRS) para estar operando plenamente até 2021, levando em conta o funcionamento dos dois pilares, que seriam os hospitais regionais do Vale do Ribeira e Itanhaém, além dos hospitais Guilherme Álvaro, Irmã Dulce e Santa Casa de Misericórdia de Santos. Do outro lado da base, na porta de entrada da rede de saúde, cumprindo um papel tão importante quanto, estariam equipamentos como o Hospital Santo Amaro, Complexo Hospitalar dos Estivadores, Hospital Municipal de São Vicente (antigo Crei) e outros que formam esse binômio: Especialidades e Rede de Urgência e Emergência.

Também estão em pauta, a valorização e resgate da família brasileira por meio da educação nas escolas, com a inclusão da disciplina Educação Política, Moral e Cívica e Constituição Brasileira no currículo do Ensino Fundamental e tudo aquilo que se relaciona com o crescimento econômico do país, passando pelas reformas tributária e previdenciária, que desaguam na modernização das leis, aquecimento da economia e geração de novos postos de trabalho.

“Podem ter a certeza de que terão um representante em Brasília com quem realmente poderão contar. Minha missão será atuar como um elo entre os municípios e o Governo Federal, levando para a Presidência da República e ministros as maiores necessidades da população. Estamos fazendo um mandato participativo, desde o início sentando com prefeitos e ouvindo os munícipes. O reflexo disso será visto nas emendas que serão destinadas para atender a demandas reais”, discursou.

Fechar Menu