19 3491-3000 contato@jcrnet.com.br Rua Bento Dias, 275, Centro, Capivari
Homem tem prisão preventiva decretada por estupro de vulnerável em Rafard

Homem tem prisão preventiva decretada por estupro de vulnerável em Rafard

Ontem, segunda-feira (21), um homem de 48 anos foi preso pelo delito de estupro de vulnerável contra um menino de 13 anos. O indivíduo, que é vizinho da vítima, passou nesta terça-feira (22), por audiência de custódia no FORO Plantão – 34ª CJ – Piracicaba, tendo sua prisão convertida em Preventiva. A ocorrência foi apresentada pela Polícia Militar.

O crime ocorreu na noite do último domingo, dia 20, quando a vítima teria ido dormir na casa de seu amigo, o qual é filho do investigado. Na manhã seguinte, o menino de 13 anos relatou os fatos à sua genitora, que o conduziu até o posto de atendimento local, onde foi prontamente examinado e encaminhado até a Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari. De lá, os policiais o conduziram até ao IML de Piracicaba para a realização de perícia.

Diante dos fatos, fora efetuada a prisão do imputado. O mesmo se encontrava em sua residência, local onde ocorreu o crime. Segundo consta, o indivíduo tentou empreender fuga, mas foi capturado.

Ao ser questionado sobre os fatos, o homem confessou ter praticado o ato “libidinoso de conjunção carnal” (estupro de vulnerável) com o menor.

A Delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari, Drª Maria Luísa Dalla Bernardina Rigolin, realizou o auto de prisão em flagrante e representou pela prisão preventiva do investigado.

E nesta terça-feira, em audiência de custódia no FORO PLANTÃO – 34ª CJ – PIRACICABA, o homem teve sua prisão convertida em Preventiva.

Dados da Violência Sexual

Segundo o fórum de segurança pública (FBSP), 86,8% dos crimes são violações dos direitos das crianças e adolescentes. Houve uma queda no número de denúncias – 17, 1% – desde Abril/2020, devido ao Isolamento Social.

DENUNCIE

DISQUE 100

O canal de denúncia da Mulher, Família e dos Direitos Humanos é um serviço de proteção a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Ele funciona diariamente, das 8h às 22h, e qualquer pessoa pode prestar uma queixa, seja menor ou maior de idade. O serviço também recebe denúncias que envolvem violação de direitos de grupos considerados vulneráveis. A denúncia é encaminhada para o órgão responsável e depois há um monitoramento do Disque 100, que entra em contato para dizer os próximos passos. A chamada é gratuita.

As DENÚNCIAS também podem ser feitas ao Conselho Tutelar, à Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari, às Promotorias de Justiça, entre outros órgãos.

Disque 180 – Canal anônimo de denúncias.

Guarda Civil 153

Polícia Militar 190

DELEGACIA DE DEFESA DA MULHER DE CAPIVARI TEL: (19) 3491-2563 / (19) 3491-1422

E-mail: ddm.capivari@policiacivil.sp.gov.br /dpm.capivari@policiacivil.sp.gov.br

Fechar Menu