19 3491-3000 contato@jcrnet.com.br Rua Bento Dias, 275, Centro, Capivari

História do Jornal da Cidade

Contava o fundador do Jornal da Cidade, Sr. Dionino Colaneri que quem inspirou a fundação do impresso foi Irmã Valéria, em espírito. No dia 10 de julho de 1973 quando o município de Capivari comemorava 141 anos de fundação circulou o primeiro número do jornal, numa edição comemorativa com oito páginas. Concretizava-se aí, então, um velho sonho do diretor fundador que era a doação de um jornal a mais para Capivari, porém com finalidades filantrópicas cujo lucro pudesse parcialmente fazer face às despesas com a manutenção de cerca de 70 crianças abrigadas no Lar de Jesus.

Ao completar três anos da sua fundação, quando Jornal da Cidade entrava no seu quarto ciclo de atividade iniciava-se uma nova etapa de progresso para a imprensa de Capivari. Graças aos esforços da diretoria no afã de apresentar aos seus leitores e anunciantes uma nova dimensão gráfica chegava a cidade a primeira linotipo, que propiciava ao município equiparar-se a outros em matéria de avanço tipográfico.

Esta máquina adquirida passou inclusive a aceitar trabalhos de composição gráfica de outros jornais, bem como editar livros e revistas.

A mudança

Em 1986 o Jornal da Cidade desmembrou-se da Gráfica Editora e seu diretor fundador decidiu colocar uma pausa em seu trabalho passando em consequência a atuar sob a razão social de Empresa Jornalísticas Jornal da Cidade sob direção responsabilidade de Ivan Cortellazi Colaneri e Valéria Stefanini Colaneri, instalando-se em prédio alugado na Rua São Benedito número 12.

Com a edição número 744 e a primeira do ano de 1986 altera-se a história do jornal com um novo logotipo do título que passou a incorporar a palavra regional em função da distribuição que já vinha atingido os vizinhos municípios de Rafard Mombuca Elias Fausto e Monte Mor

Em 1988 aconteceu a transferência da administração, Redação e oficina para o prédio próprio na Rua Padre Fabiano número 937. Em 1991 aconteceu a edição número 1000 e em comemoração à data foram incorporadas à oficina do jornal mais 3 linotipos adquiridas junto ao diário popular na capital.

Impressão off set

Apesar da ampla e bem montada oficina onde se editava jornal, o sistema tipográfico passou a se constituir numa estagnação indesejada que incomodava a direção. Preocupada em oferecer aos assinantes leitores e anunciantes um jornal moderno, em 11 de dezembro de 93 ocorreu a primeira impressão pelo sistema off set enquadrando-se numa tecnologia mais avançada nas artes gráficas mantido o formato stand, adotado desde a fundação do jornal atendendo as exigências e tendências do setor. Para manter a inovação a direção optou pela terceirização dos serviços de impressão.

O jubileu de Prata

Além da edição histórica número 1372 com três cadernos e páginas coloridas que circulou em 10 de julho de 1998, a exposição JC 25 anos de história em Capivari região foi um dos grandes atrativos da cidade no período de quatro a 12 de julho de 1998 coincidindo com os festejos comemorativos aos 166 anos de emancipação do município.

Em seu editorial, o jornal reafirmou seu propósito de continuar servindo a comunidade

No ano 2000 ocorreu o desejo de mudar e o propósito de inovar e a partir de sua edição de 7 de outubro de 2000 o Jornal ganhou nova logomarca no título jornal da cidade que veio acompanhada da impressão oficial e permaente com páginas coloridas, mais uma iniciativa pioneira.

Em 2003 o JC comemorou 30 anos com a edição de uma revista.

Mais uma mudança

Em 2006 o jornal passou de Ivan Cortellazzi Colaneri e Valéria Stefanini Colaneri para os donos Luis Donisete Campaci, Cláudia Caroline Armelin Quagliato e Mateus Scarso.

Os novos diretores lançaram um jornal diferente. Com novo lay-out e diversos colunistas que tratavam de assuntos diversificados como Comportamento, Novelas, Moda Informação Gerencial, Educação e Cultura, Política, Ecologia e Meio Ambiente Curiosidades dentre outras, o jornal mudou também a razão social passando a se chamar Jornal da Cidade Regional Ltda.

Foi nesta época que os Valores, Missão e Visão do JCR foram estabelecidos e permanecem até hoje.

Jornal da Cidade em sua versão atual

Diante dos compromissos pessoais e profissionais dos diretores o jornal da cidade foi vendido em julho de 2018 para Rafael Massouh que também realizou já no primeiro ano de sua diretoria diversas inovações e melhorias criando para o tradicioanal jornal página para o Facebook, site e uma nova edição impressa com colunistas importantes para o jornal impresso.

Sobre o Jornal da Cidade

O Jornal da Cidade desde o seu início produz notícias e hoje vende assinaturas e anúncios. Em seu conteúdo estão disponíveis notícias e artigos de opinião com colunistas em diversos segmentos, tais como Gestão e Liderança, investimentos, economia, direito, saúde, bem-estar, culinária dentre diversas outras.

Sobre os conteúdos

Os conteúdos do Jornal da Cidade são criteriosamente definidos com o objetivo de tornar os leitores conscientes cada vez mais sobre seus direitos e deveres enquanto cidadãos e também visam contribuir com a desalienação política cultural e social levando informações que possam contribuir com o fortalecimento da prática da democracia. Ele inclusive trabalha com denúncias de atos ou omissões de órgãos públicos, sempre com a devida prévia averiguação dos fatos incluindo a oitiva da parte denunciada.

Divulga ainda informações que possam ser do interesse da comunidade do âmbito cultural, religioso, político comercial e social, inclusive comunicados de clubes, sindicatos, órgãos públicos, associações de classes similares levando informações que possam eventualmente transformar-se em novos conhecimentos, contribuindo dessa forma para a conquista da melhor qualidade de vida pelos leitores.

Fechar Menu