19 3491-3000 contato@jcrnet.com.br Rua Bento Dias, 275, Centro, Capivari
Após denúncia, calçada com ‘milharal’ é limpa no Centro de Piracicaba

Após denúncia, calçada com ‘milharal’ é limpa no Centro de Piracicaba

Horas depois de ser noticiada pelo Jornal de Piracicaba, a “plantação” de milho na calçada da esquina das ruas XV de Novembro e Alferes José Caetano, no Centro, foi retirada pelo proprietário do imóvel. O fato curioso causou espanto e incômodo às pessoas que passaram pelo local. Ao menos cinco pés de milho, com cerca de um metro de altura, estavam na calçada

O advogado aposentado Arnaldo Costa Júnior, 69, entrou em contato com a reportagem do JP para relatar a indignação diante da situação.

“Frequento um banco próximo à praça da Catedral toda semana e passo perto da ‘plantação’. Esses pés de milho enormes estão lá há mais de dois meses. A cidade está em pleno abandono. Essa planta de um metro e pouco de altura tem em vários pontos da cidade. Aliás, a cidade é um mato só”, afirma, acrescentando que é possível ver pés de milho, também, na avenida dos Marins e na rua Manaus. “Na avenida dos Marins não tem mais calçada desde a rua Manaus. O mato tomou conta. Anda-se pela rua”, explica.

A “plantação” de milho na região central também chamou a atenção do representante comercial Pedro Marques, 47. “Absurdo a situação da cidade. Mato por todo o município”, comentou.

Costa Júnior disse que relatar o caso à prefeitura, por meio do telefone 156, que é o Serviço de Informações à População (SIP), não resolve o problema.

“O 156 é uma piada. Você fica um tempo para ser atendido e, quando é, é ‘jogado’ para fora. O povo elege o prefeito, esse tem os secretários, os vereadores, e o povo tem que ficar atrás deles para trabalharem?”, questionou.

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Obras (SEMOB), informou que trata-se de uma calçada em área particular e o proprietário já foi notificado para fazer a manutenção e tem 90 dias para executar a melhoria.

“Após esse prazo, se o serviço não for realizado, ele será autuado. O valor da multa é de R$ 840,36 para calçadas com testada até 10 metros. A cada um metro de comprimento, além dos dez metros, é acrescido R$ 84,03”, informou em nota.

A Prefeitura disponibiliza, por meio do programa Calçadas para Todos, um manual e folheto explicativo para execução e conservação de calçadas.

Fechar Menu