19 3491-3000 contato@jcrnet.com.br Rua Bento Dias, 275, Centro, Capivari
Alunos de engenharia erram menos português do que estudantes de letras

Alunos de engenharia erram menos português do que estudantes de letras

Mais da metade, exatos 53% de 9 mil estudantes não conseguiram completar um ditado simples de português contendo 30 palavras do cotidiano sem errar ortografia em, no mínimo, acredite, 8 delas.

O levantamento foi realizado pelo Núcleo Brasileiro de Estágios, (Nube), e publicado pela Exame, chama a atenção para o baixo desempenho dos estudantes do ensino médio, técnico, graduação e pós: só 49,7% foram aprovados, isto é, cometeram menos de 8 erros. Em pesquisa semelhante feita em 2017, 54% dos participantes passaram na prova.

Entre os alunos do ensino médio, mais da metade foram reprovados: 55,9% de reprovação entre os alunos do ensino técnico e 52,9% , no ensino médio regular. Os universitários, maioria entre os participantes, tiveram 49,5% de reprovação e 16,7% dos estudantes da pós-graduação também obtiveram êxito.

Testes online de português são frequentes em processos seletivos em todas as áreas para estágio e também, trainee. Apesar de ser um curso da área da área de exatas, engenharia de produção é a área de estudo cujos alunos mais acertaram na grafia das palavras. Já por outro lado, os alunos do curso de Rádio e TV tiveram o pior desempenho.

Os cursos cujos alunos tiveram pior desempenho:

Cursos % de reprovados
Rádio e TV 74,20%
Biomedicina 62,50%
Administração 57%
Direito 54%
Publicidade 50,40%

 

Os cursos cujos alunos tiveram o melhor desempenho:

Cursos % de aprovados
Engenharia de Produção 89,10%
Letras 83,30%
Psicologia 73,90%
Engenharia da Computação 71,70%
Ciência da Computação 71%
Fechar Menu